Um casamento de se "tirar o chapéu"!

 O casamento real do Príncipe William e Kate Middleton foi  mesmo um marco de "se tirar o chapéu"!... Algumas vezes em duplo sentido!

 Na cerimonia do casamento os chapéus fizeram um show à parte na cabeça da maioria das mulheres. (Alguns muito bizarros!!!)

 Este acessório pouco usual no Brasil, mas muito comum por lá, sempre fez elegantes aparições sobre os cabelos da própria protagonista do evento, Kate, em diversas ocasiões.
(Fotos: reproduções)

Limara Lis
V-Vitrine

O Misterioso Vestido de Noiva da Princesa Kate... Finalmente!!!

 O vestido do ano, que foi causa de muito mistério e especulações, finalmente faz sua  deslumbrante aparição no corpo esbelto, iluminado pelo sorriso lindo e emocionado de Kate Middleton, ou Catherine Elizabeth Middleton, sob os olhares mais curiosos do mundo!!! 
(Casamento Real - Kate Middleton - Fotos: reprodução/ site EGO - Reuters/Agência)

 O vestido realmente surpreendeu! Criado por Sarah Burton, sucessora de McQueen, foi de uma simplicidade moderna, com requintes de delicadeza e elegância; típicos da personalidade de Kate.  Lindo, discreto e sem opulência. Muito apropriado para o horário da manhã.  Segundo o site da Manequim, é em gazar branco e a modelagem é vitoriana.
(Imagem:Reprodução/Portais da Moda)

 Acinturado, saia ampla com cauda relativamente curta. Decote "V" em corpo de renda, sobre um romântico tomara-que-caia com o colo em formato coração. Mangas longas mostrando a o relevo e a transparência da renda.

 Na cabeça - nada de coroa - uma tiara emprestada pela rainha e véu curto cobrindo o rosto... Poucas e refinadas jóias.

(Casamento Real- Kate Middleton Fotos: reprodução/ site EGO - Reuters/Agência)

 Certamente terá cópias e mais cópias, pois será inspiração para diversas noivas românticas "sem sangue azul" que também sonham com seu "príncipe" e com o momento encantado da cerimonia de casamento.
(Casamento Real - Príncipe William e Kate Middleton Fotos: reprodução/ site EGO - Reuters/Agência)
  
 O príncipe William Arthur Philip Louis Windsor, Sua Alteza Real Príncipe William de Gales, ou simplesmente William, apareceu em seus trajes oficiais, cujo vermelho, dourado, azul e preto não ofuscaram a noiva!

 Cerimonia linda e muito bem conduzida, que acompanhei como a grande maioria, pela TV. Mais notícias e fotos no site EGO e também vídeos no site UOL.


Limara Lis
V-Vitrine

Sandália - Fita métrica vai do "mundo da costura" para os pés!

 Em meu "cantinho criativo" há umas cinco fitas métricas... Já vi quando viraram cinto. Mas confesso que nunca imaginei que chegassem aos pés!!!

 Porém, parece que a famosa Louboutin conseguiu esta façanha: criou uma sandália inspirada neste acessório fundamental para os "apaixonados por medidas" na área de moda e costura.

A sandália fita métrica!

Com certeza o preço do produto não é "sob medida" para todas! E quanto ao design: _ Será que esta moda pega?!

(Foto: reprodução)

Limara Lis
V-Vitrine

Vestido Tubinho: O "retinho" versátil, clássico, elegante e sensual!

 O vestido tubinho é aquele famoso clássico e elegante de forma reta. Revolucionário, dizem que surgiu nos anos 60 eliminando o volume das saias rodadas, seguindo a filosofia de liberdade e quebra dos padrões tradicionais das época.

 É uma modelagem que se adapta a vários tipos físicos, idades e estilos de personalidade feminina:

 - Pode ser em cor escura, decote em "V" ou quadrado, levemente acinturado e um pouco mais solto no corpo, para favorecer as mulheres de formas mais cheinhas. Com salto largo equilibra-se melhor o peso corporal.

 - Para as magrinhas e de pouco busto, o tubinho pode ser em cores claras, com decote careca ou canoa e formas mais acinturadas e em tecidos com texturas e relevos.

 - Para as mignons o comprimento mais curto, acima dos joelhos e usado com salto alto no mesmo tom do vestido, ou em tom nude; alonga a silhueta. Pode ter recorte abaixo do busto, tipo império.

 - Para as altas o vestido tubinho pode ser recortado na cintura e de comprimento na altura dos joelhos, ou ainda midi e até longo. Pode ser usado com sapatilha e salto médio.


 A versatilidade do tubinho é comprovada: vai bem em entrevistas de emprego, reuniões de negócios, passeios descontraídos, eventos formais e festas durante o dia ou à noite!

 Para toda esta elegância e adequação é necessário saber escolher o tecido mais indicado para cada ocasião. Também a estampa e detalhes como mangas, decotes,  recortes, comprimentos e acessórios...

 Liso ou estampado. Curto, médio ou longo. Com ou sem manga. Com decote tomara que caia, frente única, um só ombro, canoa, quadrado, redondo, em V e outros... Além disso, o tubinho também pode ser sensual, com fendas atrás, ou na frente!


 E o chamado "pretinho básico" - quase sempre - segue as linhas retilíneas e simples do prático tubinho. E junto de pérolas, echarpes, cintos, scarpins e outros; faz parte das peças curinga que a maioria das mulheres gosta de ter.


(Fotos: montagem / reproduções diversas/fontes desconhecidas)

Limara Lis
V-Vitrine

Como usar blusa transparente do tipo segunda pele?

 Com a chegada daquele friozinho de inverno, tão aguardado por muitos, saem do armário aquelas blusas coladinhas, aderentes ao corpo, e transparentes;  as chamadas de "segunda pele". Geralmente em tamanho único, portanto ficará com maior ou menor transparência. E o comprimento longo da manga, também pode variar entre mais curta ou comprida; pois depende do tipo físico!

 Geralmente são marcas que produzem meia calça que também se dedicam a este tipo de blusa, já que o tecido ou fibra é o mesmo, ou muito semelhante.  E assim como a meia calça, a "segunda pele" é um acessório de moda para ser usado sempre por baixo de alguma roupa.

 Pode deixar trajes de verão com jeito de outono/inverno. É ótima para amenizar o frio e compor looks elegantes, sob coletes, vestidos sem manga, tomara que caia, blazer e etc... 
 A blusa "segunda pele" sempre pede uma sobreposição de trajes...
"Que ninguém nos ouça"(Risos!): Não fica bem usá-la "sem nada por cima", deixando a transparência mostrar o sutiã... É bem fácil perder os limites entre o sensual e o vulgar, não é?!

(Fotos: reprodução)
(http://revistamarieclaire.globo.com/
Molde e Cia
Moda de Novela
e fontes desconhecidas)

Limara Lis
V-Vitrine

O esmalte amarelo já "pintou" nas unhas!

 O esmalte amarelo veio para trazer o "sol" para as unhas de fashionistas e afins...
(Reprodução: Rihanna)

Várias marcas investiram em tonalidades variadas da cor. Com ou sem gliter, o amarelo tanto alegra, quanto faz "torcer o nariz" de algumas mulheres que não simpatizam com a cor!


 Ao contrário do que canta Toquinho, em "Aquarela", a moda de unhas coloridas "nunca mais se descolorirá" após esta verdadeira revolução na paleta de cores para esmaltes, que também impulsionou o mercado de beleza neste setor.

E aí?... Vai amarelar as unhas, ou "amarelou" diante da cor?!

(Foto: reprodução/montagem)

Limara Lis
V-Vitrine

Barra sobe: Calça curta ou com barra dobrada

 Assim como em vestidos, a barra das calças tanto sobem, quanto descem; mas sem dúvida o que prevalece é o seu estilo! (Esta tendência da calça curta ou enrolada, segue há um bom tempo desfilando por aí!...)

 Amiga "altinha", se você tinha problema com o comprimento da barra das calças; isso já é coisa do passado! Agora se a calça ficou curta é só enrolar e deixar à uns 4 cm. acima do tornozelo e arrasar! Esta dica serve para calça jeans básica, boyfriend, alfaiataria e outras de perna reta, não muito justa, e nem tão larga...


  Para usar com sapatilhas (sem meia) e sapatos estilo oxford, sandálias abotinadas e ankle boots; inclusive com meias, etc...

  As meninas de menor altura podem usar, desde que a calça, o sapato e a meia sejam no mesmo tom - look monocromático - para alongar a silhueta. Segundo especialistas, as pernas curtas podem ficar menores ainda com este comprimento arriscado, que divide a perna.

 De olho no Espelho: "Em caso de mulheres - geralmente altas - que tenham pés grandes e perna fina: melhor "esconder a canela" e esquecer o comprimento curto!"

Você vai "nesta onda"?

(Fotos: reprodução)

Limara Lis
V-Vitrine

Meia calça cor da pele: Usar ou não usar?... Eis a questão!

 Dizem que não combina com mulheres muito jovens, a clássica meia calça fininha e na cor da pele, que já vestiu até belas pernas de famosas, no passado. Agora esta peça anda  causando uma certa inquietação... No mínimo leva à se pensar, pois alguns adjetivos usados para  falar desta peça, vão de retrô, vintage à brega!

 Parece que foi quando as indústrias de meias investiram em inovações e lançamentos mais ousados, como diversas texturas, cores e estampas, que a básica meia cor da pele ficou meio que, em desvantagem no "mundinho fashion".

 Em geral estas meias podem deixar as pernas bonitas, sensuais e etc. mas ainda são peças esteticamente sem graça e até feias, em relação à ideia que se criou sobre a famosa sensualidade da meia 7/8 com cinta liga!

 Usar ou não usar?... Eis a questão!

 Acho que é uma questão de estilo pessoal. Dependendo do clima e da formalidade da ocasião, se a pessoa é discreta e não quer usar a tradicional cor preta - que também é clássica e neutra - pois quer apenas disfarçar algumas imperfeições, mas deixando com aparência o mais natural possível em matéria de tonalidade... Por que não?! Desde que seja uma bem fininha, sem brilho e o mais próximo possível da cor da pele.

 Comprar uma cor mais escura para parecer bronzeada é completamente fora de questão! A finíssima fio 7 ou "invisível", por exemplo, pode ser uma opção elegante.
Entre as famosas, Carla Bruni, primeira dama da França, usa meia calça cor da pele!


Agora, sem querer fugir do tema principal que é a meia cor da pele: Eu usaria a "invisível"!... Mas, não resisti e comprei a rendada abaixo... e a "zebrada", também!!! (Risos!)


 Mas não se perca! Veja algumas regras básicas para se escolher a meia calça adequada, e, como usar os diversos tipos: Neste guia!

(Fotos: Reprodução/site Lupo)

Limara Lis
V-Vitrine

Vestido Cache-Coeur: Para "Princesas e Plebeias"...

 O termo cache-coeur do Francês, que significa esconde-coração, é utilizado para definir o transpassado ou cruzado na frente usado em vestidos e blusas, que geralmente são  presos por faixas que terminam em pontas soltas ou em laços; mas que também podem ser fechados por fivelas e botões. Este modelo, geralmente com decote em "V" e confeccionado em tecidos leves para evitar volume, também aparecem em versão envelope.

Contraditório?!

 É clássico, elegante e considerado ideal para disfarçar volumes, alongar e afinar o corpo, dizem alguns. Outros afirmam que desvia o olhar do busto e joga nos quadris, por isso aumenta esta região e  deve ser evitado por quem tem culotes. Mas há quem prefira dizer apenas, que veste bem diversos tipos físicos e valoriza o corpo feminino.

(Reprodução: O cache-coeur sempre presente no estilo de Kate...)

 Além de tudo isso,  por ser uma modelagem muito presente no estilo da futura princesa da Inglaterra, Kate Middleton, que se casará com o príncipe William, no dia 29 de abril de 2011, esta modelagem "tão comum" ganhou status recentemente: Todos os flashes se voltaram para o vestido cache-coeur azul royal - azulão ou azul big - de jersey, usado no dia da oficialização do noivado.
(Reprodução: A boneca com o mesmo vestido que Kate usou no dia do noivado...)

 Criado por uma estilista brasileira, de Niterói, Daniela Issa. O transpassado com faixa larga, cruzada na cintura, virou notícia na mídia e causou alvoroço entre consumidoras. Além disso, virou até figurino da boneca em versão da Barbie, criada em homenagem à Kate!

Algumas inspirações para todas:

(Fotos: Reprodução)

Sem dúvida é digno de nobreza!

Limara Lis
V-Vitrine

Dica e Curiosidade de Moda: "Engana-mamãe... e papai"!

 Conte-me uma estória, que eu lhe conto outra!...

 Reza a lenda que para "enganar" mães conservadoras dos anos 60 - que não admitiam que as filhas usassem biquínis - inventou-se o famoso maiô engana-mamãe. Que era nada mais que duas peças unidas por uma tira que passava na frente, ligando a parte de cima à parte de baixo... do biquíni!

 Inspirada neste curioso nome, eu até andei - divertidamente - "inventando moda": O "novo" comprimento "engana-papai"! (Risos!)

Confira e comente a dica do Alinhavos de Moda: Para disfarçar vestido curto!

(Foto: Reprodução)

Espero você!

Limara Lis
V-Vitrine

Casamento Exótico e Teatral: Fiona e Shrek da Vida Real!

 Está em várias manchetes de jornais, revistas e outras fontes de notícias o casamento inusitado que aconteceu em Caxias do Sul (RS) e que provocou grandes polêmicas: Os noivos "causaram" inspirarados em personagens do desenho animado Fiona e Shrek, da Disney! Veja detalhes da notícia!

(Reprodução: Foto: Alessandro Veronese Mânica/Agência RBS)
  Meu modesto pensamento é que os cerimoniais da Igreja devem ser respeitados em sua formalidade, já que trata-se de uma instituição considerada sagrada. E a teatralização deveria ser uma festa temática à parte... Ou seja, só na festa! (Claro que os gastos seriam maiores, pois seriam dois trajes  diferentes - o convencional e a fantasia - mas festas ousadas e especiais exigem custos também especiais).

 Agora, quem é contrário à minha opinião: "Que fale agora ou se cale para sempre"! (Risos!)
 
Limara Lis
V-Vitrine

Vestido em preto e branco - Um clássico sem monotonia!

 Há quem prefira um vestido que não seja totalmente pretinho e nem inteiramente branco, mas  com um "mix" entre as duas cores!

 
 Usar "blocos de cor" em preto e branco no vestuário, como em palas, recortes e detalhes de forma geométrica, criando uma parceria entre as duas tonalidades, remete ao ícone de elegância do estilo Chanel!

"Sou contra a moda que não dure. É o meu lado masculino. Não consigo imaginar que se jogue uma roupa fora, só porque é primavera."
Coco Chanel
  Além disso, o branco (soma de todas as cores) e preto (ausência de todas elas) são considerados neutros e clássicos: vão muito além de modismos e tendências, por isso podem ser usados em qualquer época.
  A combinação de preto e branco é sem dúvida uma alternativa para quebrar a monotonia dos dois tons, quando usados sozinhos. E também muito bela em vestidos de estampas florais, em poás, animal print, listras, xadrez e estampas abstratas!

 Mais uma vantagem do preto/branco é que pode ser utilizado de forma estratégica: para ampliar e ao mesmo tempo reduzir as formas. Onde é preciso afinar, utiliza-se o preto. E onde se quer dar ilusão de silhueta mais encorpada, o branquinho.

 Falando em complementos, "menos é mais". E quando se pensa em Chanel, automaticamente lembra-se de: Pérolas!... Mas entre os acessórios, os metais ouro e prata, um dos tons P/B, e o vermelho vibrante também são habituais.
 
“Moda é arquitetura: é uma questão de proporções.” Coco Chanel

(Fotos: Reproduções)

Limara Lis
V-Vitrine