Bolsa de Mãe: Sempre Cabe de Tudo um Pouco!

 É bolsa para o trabalho, passeio, festa... É ecobag, baby bag e etc.

 Se toda mulher adora uma bolsa, quando esta mulher é uma mãe; adora duas, três, quatro ou cinco vezes mais!... E tem que ser gigante!

(Bolsa grande é pesada? E bolsa pesada é castigo?... Solução de mãe: substituir uma por duas, e apenas um pouco menores!!!)

 Porque em bolsa de mãe, sempre cabe de tudo um pouco: cachecol para quando esfriar; sombrinha se por acaso chover; um leque para se abanar; chave de todas as portas internas e externas de armários e de todos os lugares que passar; mini kit de costura para quando o botão se soltar ou a bainha se desmanchar; e tantas outras mil coisas que todo mundo já sabe... e que por enquanto nem vou mais listar!

 E você até já ouviu a expressão "tão grande quanto coração de mãe", não é?... Parece exagero, mas quando se tem filhos pequenos, o que pode determinar a quantidade ou o tamanho da bolsa é sim, o número de filhos!... "Já soube disso, muito bem! "(Risos!)


 Então, bolsa de mãe não é só para fazer charme: É mais que acessório... Mais que complemento. É uma necessidade básica!... O filho nasceu: dá-lhe - baby bag - bolsa para carregar fraldas, mamadeiras, chupetas, roupinhas, material de higiene, "isso e aquilo"... e sabe-se lá mais o quê?!

 Agora, se a gente estiver falando daquela "super mãe" - inspiração de toda filha quando pequena - uma bolsa pode ser pouco... Duas é bom!... E três ou quatro é bom demais!!!

 Melhor ainda, só se o papai ajudar a carregá-las!... Não é?! (Risos!)

 Só para dizer novamente: Feliz Dia das Mães!
(Imagens: reproduções)

Limara Lis
V-Vitrine