Presentear é uma arte complicada?

Bem, são tantas datas no calendário que sugerem dar ou receber presentes: aniversários, casamentos, datas comemorativas e o famoso "Amigo Oculto", no Natal.


Algumas "saias justas" rendem "pano pra manga" no quesito presente inadequado. O ideal é conhecer o gosto da pessoa ou perguntar com alguém íntimo de quem se vai presentear, para evitar erros na escolha. Para mulheres recomendam em caso de dúvida, oferecer flores... Parece que não, (não é o meu caso) mas há aquelas que não gostam de ganhar flores!...

E presentes para os homens então... que complicação!

Claro que o presente deve ser de qualidade e agradar a quem recebe. Mas há momentos em que a situação financeira pode não ser muito favorável, como estar desempregada e outras situações difíceis... E aí é melhor simplesmente não presentear!

Como diz Glória Kalil, numa matéria imperdível sobre etiqueta da vaquinha na hora de dar presente, ninguém é obrigado a dar presentes.  Estes devem ser espontâneos: para agradar ou homenagear alguém, ou, para retribuir gentilezas. Portanto, pedir presentes também é muito deselegante!



Agora é a sua vez...

- O que você tem a dizer sobre presentes?

- Já foi vítima do famoso "presente de grego"?

- Já passou por gafes ao presentear?


Foto: reprodução

Limara Lis
V Vitrine