Por que perdoar é a melhor saída?

Para você refletir sobre os benefícios do perdão, leia o texto abaixo e participe do "Conversando com Você", com Márcia Modesto:



Considerações sobre o Perdão

"O perdão é a chave para a liberdade."
Sempre que se fala do ato de perdoar imediatamente surge a ideia de que esta atitude está relacionada à uma postura religiosa. De fato, é uma prática naturalmente esperada de uma pessoa que tem respeito e amor pelo próximo, mas perdoar não precisa ser uma experiência mística ou sobrenatural. Antes de mais nada perdoar é fazer uma escolha pela própria paz e pela recuperação da saúde física e mental.

O QUE O PERDÃO NÃO É:

Perdoar não é fechar os olhos para a ofensa recebida.
· Não é esquecer (ou passar uma borracha) sobre o que aconteceu e causou sofrimento.
· Não é desculpar, minimizar ou negar a afronta.
· Não significa se reconciliar com quem causou o dano.
· Não é fechar os olhos à mentira.

PERDOAR É:

Se liberar do passado.
· Reconhecer que não pode mudar os fatos ocorridos.
· Procurar novas maneiras de obter o que quer ao invés de reprisar mentalmente seu sofrimento.
· Só porque alguém o fez sofrer não significa que o sofrimento é para sempre.
· Levar a vida em frente depois de um abandono, traição ou outra situação que tenha provocado mágoa.
· Focar em novos objetivos.
· Mudar a história sobre a mágoa. O ato do perdão tira a pessoa da posição de vítima.
· Reconhecer que a principal angústia é resultado dos sentimentos feridos e pensamentos sobre o que o feriu há 10 minutos ou há 10 anos.
· Desistir de esperar das outras pessoas, ou da vida, o que elas não podem dar.
· Recuperar seu poder sobre a própria vida.
· Aprender a procurar amor, beleza e bondade ao seu redor.

Perdoar nada mais é do que deixar ficar no tempo o que causou dor e sofrimento.

LEMBRE-SE: O PERDÃO É BENEFÍCIO PARA QUEM DÁ.
Um abraço.

Márcia Modesto (Psicóloga/ Psicanalista/ Terapeuta Familiar Sistêmica) conversandocomvocebotecos@gmail.com


  • Mais conversas sobre comportamento neste CLIQUE!