Falando sobre mágoa...


"Mágoa é tomar veneno e esperar que o outro morra."
Shakespeare

Hoje quero falar sobre a mágoa, um sentimento que corroi nossas emoções e nosso corpo, que congela nossa capacidade de crescimento. As definições ajudam a mostrar o quanto ela é perigosa para nossa saúde. Mágoa = desgosto, pesar, amargura, tristeza. Do latim macula. Macula = mancha, nódoa, desdouro, infâmia. Ressentimento = Ato ou efeito de ressentir = magoar-se fundamente, sentir os efeitos ou conseqüências; mostrar-se ofendido.

Quando enfrentamos a frustração de nossas expectativas, principalmente no caso da infidelidade, da traição de acordos, da falta de reconhecimento por um gesto de amor, o gosto amargo da mágoa aparece. A mágoa e o ressentimento se voltam contra o causador do desconforto e é muito comum o desenvolvimento de sentimentos de vingança. Muitas pessoas ficam presas nesta teia do ressentimento e só conseguem seguir em frente “bolando” uma maneira de “dar o troco”. Ocupam um tempo enorme de suas funções mentais e emocionais na direção da vingança.

Se você enxergar sua mente como sua casa poderá avaliar quanto espaço está usando para suas dores e feridas emocionais. Está ocupando os cômodos principais ou apenas um “quartinho nos fundos”?

Pode escolher que tipo de acomodações quer dar para tudo o lhe causou e causa sofrimento. Esta é uma postura absolutamente individual, ninguém pode expurgar suas dores ou “exorcizar” seus fantasmas e medos. Tudo só é possível a partir do seu desejo. Compartilhar, buscar ajuda, pode ser um bom caminho, mas não é garantia da sua “libertação”, você tem a chave da sua prisão.Coisas ruins acontecem o tempo todo, e influenciam com maior ou menor intensidade o nosso equilíbrio dependendo do grau de envolvimento na situação e de como elaboramos e refletimos sobre os fatos. A base de qualquer mágoa é algo doloroso que aconteceu e não existiu a habilidade necessária para diluir a dor.


Responda às perguntas e pense (ou repense) como tem encarado suas decepções e mágoas.

- Você tem uma mágoa?
- Pensa na situação que causou a mágoa mais do que pensa nas coisas boas da sua vida?
- Fica muito incomodado (a) ou perturbado (a) emocionalmente relembrando o fato?
- Tem sempre os mesmos pensamentos sobre a situação?
- Se pega contando repetidas vezes a história sobre o que aconteceu na sua mente?
- Acha que seus problemas são mais interessantes do que suas bênçãos?

Após esta avaliação a única saída para as mágoas e os ressentimentos é a prática do Perdão, não como uma prática religiosa ou sobrenatural, mas como uma atitude significadora para mudar a história sobre a mágoa.

No próximo encontro conversamos sobre o perdão.



Reciprocidade

O discípulo abeirou-se do orientador e queixou-se magoado: Instrutor amigo, o pior de tudo em meu aprendizado é adquirir a ciência do relacionamento.

Creio estar lutando inutilmente contra a animosidade alheia... Auxilie-me, por favor. De que modo agir para viver com a intolerância e com o azedume dos outros? O mentor refletiu, por alguns momentos, e esclareceu:

-Sim a indagação é justa. Mas para que tenhamos uma resposta clara, é importante considerar que os outros, igualmente, precisam viver contigo.

Francisco Cândido Xavier


Um abraço.


Márcia Modesto (Psicóloga/ Psicanalista/ Terapeuta Familiar Sistêmica) conversandocomvocebotecos[arroba]gmail.com