Improviso da moda caipira

Sabe aquelas festinhas de última hora, em clima de alegria e brincadeira, que alguns amigos inventam como pretexto para se reunir?

Encontros regados a criatividade e improviso, onde não importa o motivo, pois o bom mesmo é comemorar!... Nesta época, um tema que todos adoram é Festa Junina (Julina ou até Agostina). E nada como pipoca, canjica, cachorro-quente, quentão e outros quitutes, pra todo mundo se animar e sair da dieta, não é?

Mas, não vamos esquecer das roupas, afinal a fantasia caipira é que vai dar o charme!

Pra não repetir aquela fantasia do ano passado, que até já foi customizada algumas vezes e que você já usou por vários anos seguidos, o jeito é improvisar. Que tal pegar aquela velha saia jeans desbotada, ou mesmo uma nem tão desbotada assim e incrementar com babados de tecido baratinho (xadrez, estampado, ou liso) e fazer uns apliques rápidos só com alinhavos? Pode ser uma ou várias camadas de babados. Eles podem ser mais largos ou estreitos. As aplicações você cria conforme a sua imaginação. Os materiais também podem ser variados e de preferência os que já se tem em casa.

Para acompanhar a saia, uma blusinha de malha em manga longa, que você prega um laço no decote; feito com o mesmo tecido dos babados. No centro do laço, um botão decorativo. (Ou mesmo uma camisa, que pode ser lisa ou xadrez.) Tudo simples, mas com o charme de ser personalizado.

Pra completar, não se esqueça das trancinhas no cabelo, ou o penteado maria-chiquinha, com laços de fita... O ruge nas bochechas, o batom e a as sardas feitas com lápis.

Tudo vira diversão!