O versátil vira-vira da saia indiana ( A )

A matéria é da Revista Manequim e publicamos na coluna "Bem Explicadinho" porque complementa a postagem da V Vitrine sobre a mesma saia indiana e suas muitas possibilidades de amarrações, que você já deve ter lido, sob o título: "Uma roupa que vira mil".

Muito simples e fácil de fazer. Utilize algodão, musselina ou seda porque são resistentes às amarrações e não escorregam na hora de prender. São dois tecidos em estampas diferentes ou um liso e outro estampado. Esta saia permite muitas criações num vira-vira de amarrações.

O primeiro modelo é como saia mesmo: Só amarrar na cintura (fica transpassada) e deixar a abertura na lateral ou nas costas.


O segundo modelo é de um ombro só: Posicione o cós da peça na diagonal e coloque-a no busto, passando a faixa de amarrar pelas costas. A parte que passa por debaixo do braço deve fazer a volta pelo corpo e a faixa deve se unir nas costas com a outra parte. Amarre com um nó e finalize com um laço.


O terceiro modelo é a sobreposição: Vire o cós da saia na diagonal e coloque-o no busto. Envolva as costas com o tecido e amarre as duas pontas da faixa nas costas. Na lateral, puxe o tecido de baixo, passe-o pelas costas e amarre no lado que está o nó.


O quarto modelo sobreposição invertida: Coloque a saia na diagonal cobrindo o busto. Dê a volta nas costas, e amarre as duas pontas atrás. Na lateral, onde fica a abertura, puxe o tecido de cima e leve-o na direção oposta, até envolver toda a cintura. Prenda com broche.


O quinto modelo é a saia amarrada: Transpasse a saia na cintura e deixe a abertura na lateral. Puxe o tecido de cima da parte da frente em direção à amarração feita. Deixe uma ponta de tecido caindo e prenda com um nó ou broche.


O sexto modelo é o tomara-que caia: Transpasse a saia na cintura e deixe a abertura na lateral. Puxe o tecido de cima da parte da frente em direção à amarração feita. Deixe uma ponta de tecido caindo e prenda com um nó ou broche.

Confira: Uma roupa que vira mil!


Continua em "O versátil vira-vira da saia indiana ( B )"...

*