O versátil vira-vira da saia indiana ( B )


Continuação do nosso passo a passo sobre a saia indiana...


O sétimo modelo é o decote volumoso: Coloque a peça como saia, transpassando-a na cintura. Deixe a abertura virada para trás. Levante o tecido de cima e amarre as pontas nas costas.


O oitavo modelo é o estilo grego: Vista a peça como saia. Transpasse-a e deixe a abertura na lateral. Levante o tecido de cima, dobre a ponta para dentro e leve a parte da frente em direção ao ombro do mesmo lado da abertura da saia. Una a parte de frente e a de trás nas costas com um nó.


O nono modelo é frente única: Transpasse a saia na cintura, amarre o cós e deixe a abertura virada para a frente. Levante o tecido com as pontas para cima. Enrole cada lado e dê um nó.


O décimo modelo é cache-coeur: Posicione o cós na diagonal no busto e deixe uma das faixas soltas no pescoço. Envolva a peça nas costas e cruze na frente. Junte as tiras e amarre.


O décimo primeiro é alças torcidas: Coloque o cós da saia na altura do busto com a abertura para a frente, como um tomara que caia. Enrole as pontas das duas faixas juntas e amarre-as.


O décimo segundo é drapeado: Vista a peça como saia e amarre na cintura com a abertura virada para trás. Levante o tecido de cima, torça levemente as pontas e dê um nó no pescoço.

Leia... Uma roupa que vira mil!

Continuação de "O versátil vira-vira da saia indiana ( A )"...

*