Jeans - Um "vovô" que não sai de moda!

Ele já passou pelo tempo e ainda é descolado, moderno e anda antenado na moda jovem!

O famoso e tradicional jeans foi criado em meados do século XIX, nos Estados Unidos, quando os imigrantes Levi Strauss (da Alemanha) e Jacob Davis (da Letônia) resolveram transformar em roupa, a lona que era usada na cobertura de barracas. Segundo o livro Dicionário da Moda, de Marco Sabino, foi assim que nasceram as primeiras calças jeans - que no início foram adotadas pelos mineradores do Oeste americano e eram de cor marrom. Porque os bolsos não eram muito resistentes, foi do alfaiate Davis a ideia de colocar rebites de cobres para reforçar as calças que fabricava, usando tecido fornecido pelo comerciante Levi Strauss. Foi Strauss quem registrou a invenção da peça que, logo, começou a ser produzida com brim azul, sob a marca Levi's. No ano de 1890, a Levi's criou seu modelo mais famoso, a calça 501.(Este era o número do lote do tecido da primeira calça).

Este nome, "jeans", passou a ser usado na década de 1940, nos Estados Unidos, para designar calças de brim índigo blue, que desde então já dava os primeiros sinais de virar uniforme da juventude. O termo é uma corruptela do francês Gênes (Gênova), cidade portuária italiana onde os marinheiros usavam calças de sarja grossa proveniente de Nîmes - outro nome que sofreu alteração para dar origem ao termo denim, que virou sinônimo de tecido para fazer calça jeans.

A juventude rebelde americana, na década de 1950, adotou o jeans influenciando a moda jovem do mundo todo. A produção estava a cargo das marcas Lee e Wrangler, além da Levi's. A São Paulo Alpargatas, foi pioneira no Brasil em fabricar as chamadas calças de brim Far-West, uma versão do jeans americano.

Foto:Reprodução
Fonte: Manequim