Calçados - Beleza X Conforto

É verdade que muitas vezes um sapato bonito não combina com conforto!...



Poema de Mulher

Que mulher nunca apertou
O pé no sapato para caber,
a barriga para emagrecer
Ou um ursinho para não enlouquecer?

(Trecho do "Poema de Mulher" - Autor desconhecido)



Você se apaixonou perdidamente por um modelo lindo, não quer nem preocupar-se com o valor do produto e já vai levar para casa... Mas, sem querer estragar o seu momento, será que você certificou-se de que é um calçado confortável?!... Primeiro, deixe os saltos altíssimos só para festas e momentos especiais, e, para seus pés não sofrerem depois da compra, preste atenção ao seguinte:

• Sempre compre o sapato ao final do dia porque os pés tendem a ficar inchados à tarde.
• Preste atenção, pois os pés aumentam com a idade.
• Experimente o par completo para ter certeza que é confortável, pois os seus pés podem variar de tamanho. (O correto é optar por um sapato que deixe uma folga equivalente a um centímetro.)
• Ande um pouco com os sapatos novos pela loja para sentir como se adaptam aos pés.
• Nunca compre sapatos sem experimentar, mesmo que você saiba que o tamanho está correto.
• Observe se o sapato se adapta aos dedos — que devem ficar livres dentro do mesmo — e ao calcanhar.
• Sandálias abertas não são adequadas para caminhar, pois força a musculatura dos dedos. Prefira modelos de sandálias com tiras, que prendam os pés ao calcanhar.
• Sapatos com solas macias e absorventes podem ser mais confortáveis, principalmente se a atividade profissional o obriga a ficar muitas horas em pé.
• Esqueça a antiga ideia de amaciar sapatos... Não compre se estiverem apertados nem largos. Os largos em demasia podem provocar bolhas nos pés e os apertados nem precisa dizer...
• Lembre-se sempre que o sapato deve adaptar-se aos seus pés e não o contrário.


Texto: Limara Lis
Foto: reprodução
Fonte: As dicas são de Oficina da Moda