Carnaval: com que roupa eu vou?

Os três principais "points" do Carnaval no Brasil são Pernambuco, Bahia e Rio de Janeiro... " Se é pra lá que você vai... o que levar?"


Básicos pra não "pagar mico" no Carnaval:

O ponto chave é o conforto acompanhado de alegria e descontração. Independente do seu estilo de vida e de sua preferência em moda, precisa lembrar que em qualquer uma destas cidades é verão e o calor se amplifica no alvoroço da multidão. Também pode chover de forma imprevista. E para o imprevisível, também deve levar além de guarda-chuvas, pelo menos um leve casaquinho ou jaqueta.

As melhores roupas são de fibras naturais como o algodão e as de viscose bambu, por sua alta absorção da transpiração e por serem confortáveis.(Nem pensar em roupas sintéticas para o nosso clima tropical!)

As modelagens devem ser amplas e fresquinhas.

Roupas claras e coloridas.

Bermudas e shorts para homens e mulheres.

Na folia, cuidado com blusas tomara-que-caia! (Não é elegante ficar o tempo todo, ajeitando a blusa para não cair.)

Os tênis, para caminhar nas ruas como simples mortais, ou para seguir escolas de samba e trios elétricos é mais seguro, por causa de pisadas e desníveis da rua.

Chinelos são confortáveis mas se perdem no alvoroço... Melhor sandálias baixas ou médias.

Sandálias de salto alto, só se você for usá-los à noite ou em ambientes mais requintados. Não são confortáveis!

Homens, na praia prefiram shorts, bermudas e calções. Aquela sunguinha do passado está fora!

Mulheres, na praia esqueçam o "fio-dental", está fora também! As laterais dos biquínis são mais largas. O maiô engana-mamãe também é uma ótima saída.

Praia combina com filtro solar, chapéus que não sejam muito "peruas" e chinelos.

Óculos escuros e bolsas de praia.

As saídas de praia podem ser túnicas e camisões longos, vestidos abertos e soltinhos e a tradicional canga ( que muitos estilistas dizem pra usar só na areia ao se deitar). Elas quebram um galho na hora da pressa e escassez de roupas na mala; que por mais organizada e preparada com antecedência que seja, sempre falta alguma coisa. Inclusive você pode improvisar aquela "Havaiana", com o uso de uma canga floral, um top e muitos colares típicos, e um grande hibisco ou guirlanda de flores, artificiais, nos cabelos.

A mala você organiza com peças coringas como o jeans e diversas blusas para ocasiões diferentes, e o pretinho básico para jantares e outros programas (que pode ser calça, vestido ou saia e você incrementa com acessórios interessantes).

Coloque o que vai usar na folia (pelo menos uma máscara ou arranjo de cabeça); na praia; em almoços e jantares e nos passeios; fazendo composição entre as peças. Por isso escolha cores neutras e básicas e algumas coloridas e estampadas, priorizando o branco e tons alegres para as blusas e sóbrios e neutros para as bermudas, saias e calças.

Não esqueça de levar suas maquiagens à prova d'água, para não derreter na folia!

Siga o seu bom senso, tirando ou acrescentando, as peças que melhor atenderão aos seus objetivos do passeio.

Foto: reprodução